sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Um pouco de mim... (2)

Raro você me ouvir dizer "te amo". Odeio quem pensa que é "bom dia". Digo só para pessoas especiais, que me marcaram. Saindo da minha boca, acredite, é sincero. Aos que me acham uma fdp insensível, aquela que tem uma pedra no lugar do coração, que não demonstra sentimentos, que não se preocupa com ninguém, não! não é verdade!, já tive alguém com quem me preocupar. Mas por ser quem sou, agir de modo irracional, perdi a coisa mais valiosa que já tive. É a vida, dizem que aprendemos com os erros. Clichê, mas verdade. Já fizemos algo de que nos envergonhamos. Nos apaixonamos por pessoas erradas. Deixamos escapar a pessoa certa. Já disse, perdi uma das poucas pessoas que me fizeram ver que o mundo não é tão horrível assim. Um dom meu fazer as coisas boas se afastarem de mim. Não faço de propósito, embora muitos digam que sim. Não sou uma pessoa má, já me importei com os outros. Já cheguei a crer que pessoas boas atraem pessoas boas. Sim, sou desconfiada. Confiar na sinceridade de alguém demora. Isso me leva a ser um paradoxo total: acredito muito nas palavras. Difícil explicar, mas é isso mesmo. Um mal: não saber mentir. Um incômodo tentar fazer isso. Lógico, às vezes é necessário, ninguém é 100% sincero. Não finjo estar bem se não estou. Percebem logo quando algo me desagrada. O ruim é que às vezes desconto em quem não deve. Queria demonstrar mais o que realmente sinto. Deu pra perceber que tento me convencer de muitas coisas em que não acredito. É um jogo de faz-de-conta: mente-se a si próprio e se fizer com que acreditem nestas mentiras, você ganha. Somos aquilo que os outros crêem sermos. Já pensei muito na morte. E de tanto pensar na morte aprendi a apreciar a vida. A idéia de não poder mais estar aqui amanhã me faz querer aproveitar cada segundo do dia. Antes eu ficava só na platéia, como uma mera expectadora…Mas agora, eu quero subir ao palco e fazer parte do espetáculo! Então durmo pouco, faço coisas agradáveis. Evito pensar de mais quando está tudo em silêncio.

Pensar de mais faz a mente criar situações que não existem mais…

Um comentário:

' arthur.lins disse...

num sei se cê viu o globo repórter, mas os solitários tem problemas de saúde por não ter amigos. Cê já pensou em possuir um animal? Um coelho, um peixe, um pássaro, um cachorro, sei lá, se as pessoas num querem ser tuas amigas tenta com os animais. Vc num pode esperar nada, vá em frente, fale com quem num fala com vc, mesmo que seja falsa, mas fale com as pessoas, puxe assuntos, se encaixe na turma, vc só é solitária por q quer...

vc tem msn?